sábado, 10 de março de 2018

Comparação de padrões: "Mecklenburger Mozaïek" (Mosaico de Mecklemburgo)

postagem original: 31/05/2017
última atualização: 10/03/2018


Holanda. foto cortesia Mateus Fragoso.
Solar de Mandiquera - Quissamã - RJ [>>]

Segundo o livro "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis, este padrão começou a ser produzido na Holanda pelo menos a partir de 1880, até 1910, pela fábrica Harlingen.

fonte: "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis
Esta versão, mais próxima de uma produção industrial,
teria começado a ser produzida circa 1890.
foto: cortesia Jan Pluis

Holanda. foto do autor
Santo Cristo - Rio de Janeiro - RJ

Abaixo vemos a versão supostamente portuguesa do padrão, encontrado em uma casa simples, na cidade de Viana, no interior do Maranhão (BR). Esta versão ainda não foi encontrada em uso em qualquer imóvel em Portugal.

Segundo "Inventário do Patrimônio Azulejar do Maranhão,
Zelinda Machado de Castro Lima" (2012), de onde esta foto
foi retirada, estes seriam azulejos de fabricação portuguesa,
com 13,5 x 13,5 cm. Localizados em Viana, Maranhão.
"Inventário do Patrimônio Azulejar do Maranhão,
Zelinda Machado de Castro Lima" (2012)



Atualização de 10/03/2018

Variação, encontrada em Belém (Pará - Brasil), atribuída como portuguesa pelas pesquisadoras. Fonte: Azulejaria em Belém do Pará - Inventário – Arquitetura civil e religiosa – Século XVII ao XX


Simulação do padrão:



Atualização de 17/01/2017


Ontem, em uma foto de Vitor Rafael Sousa, na Rua do Teixeira, no Bairro Alto em Lisboa, apareceu pela primeira vez em fotos em Portugal um exemplar deste padrão em sua versão supostamente portuguesa


Nenhum comentário:

Postar um comentário