sábado, 27 de outubro de 2012

Centro XXVII - rua do Carmo

Vejam nesta postagem >> mais detalhes sobre a origem destes azulejos

Neste post apresento mais alguns azulejos antigos na rua do Carmo, exatamente ao lado dos dois sobrados que apresentei anteriormente (veja aqui o primeiro sobreado, e aqui o segundo sobrado).

foto de Fábio Carvalho
Acima do belo portão em serralheria de uma entrada dos fundos da Igreja de Nsa. Sra. do Carmo (que já apareceu neste blog em um outro post anterior) há um pequeno oratório, dedicado à Nossa Senhora do Cabo da Boa Esperança, que no momento está sem a figura da santa, e quase toda coberta por uma tela de proteção, pois o portão como um todo está sendo restaurado.

Consegui fotografar por dentro da tela (era um domingo! não havia ninguém para me impedir), e podemos ver o uso dos azulejos integrados à cantaria que serve de base de apoio para a capelinha.

foto de Fábio Carvalho

Vejam abaixo um close-up dos dos padrões usados no elemento decorativo apresentado nas fotos acima:

foto de Fábio Carvalho

foto de Fábio Carvalho

Infelizmente eles estavam muito altos para serem medidos.
-----------------------------------------------------------------------------------
Atualização em 29/10/2012:

Como vocês podem ver nos comentários abaixo, Maria Andrade me avisou que o padrão apresentado no azulejo principal da decoração do púlpito da capelinha é encontrado também em Portugal.

Eu havia consultado as minhas centenas de fotos em Portugal, mas não havia achado nenhum azulejo parecido com os dois acima. Olhei novamente, e finalmente achei uma foto de um prédio no Porto, que fotografei não pelo prédio, nem pelos azulejos, mas por ser um brechó louco, com milhões de bonecos e trecos coloridos pendurados nas janelas. E lá está o desenho!



Mas daí me lembrei que não havia consultado uma pasta onde salvo como referência fotos de azulejos em Portugal que encontro na internet, e lá estavam elas, as variações do azulejo acima, conforme me avisou Maria Andrade!

Lisboa

Lisboa
Mas percebi uma coisa: cada um foi feito com uma estampilha diferente, e tem em comum o fato do branco de fundo ser menos visível, o desenho é mais congestionado, do que o que vemos no púlpito da capelinha acima. O desenho nos exemplos portugueses é menos elaborado, menos detalhado do que os azulejos da capelinha.

E os azulejos do púlpito são realmente menores, não os pude medir, mas certamente não tem o tamanho habitual de 14cm dos azulejos portugueses, nem mesmo 13 cm.

Acho que este padrão é um dos casos de desenhos que foram reproduzidos em mais de uma fábrica, e em mais de um país.

Encontrei também uma foto das ruínas da fábrica de Devezas, onde há um retângulo (à esqueda) com este padrão, o que confirma o que a Maria Andrade falou.


8 comentários:

  1. Olá Fábio,
    Em primeiro lugar acho que este efeito de púlpito com azulejos ficou muito bonito e tenho pena de não o poder ver no conjunto do edifício.
    Mas quanto ao site "Antique Center on Broadway", realmente não deve ser confiável porque o padrão destes azulejos, os do último painel e os anteriores com o mesmo desenho, é portuguesinho de gema!
    Tenho um igual mas com outra combinação de cores - há várias cores em edifícios do Porto e noutras cidades do Norte do país - com 14 cm de lado, marcado da Fábrica das Devesas de Vila Nova de Gaia. O outro padrão não tenho a certeza mas também me parece familiar.
    Há-de dar uma olhada nas fachadas do "Azulejos na Minha Terra" que talvez encontre.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Andrade,
      Sua contribuição foi muito importante! Sabe que eu passei as minhas centenas de fotos em Portugal em 2011 e 2012, e não achei nenhum azulejo parecido com os dois acima? Aí passei tudo de novo, e finalmente achei uma foto de um prédio no Porto, que fotografei não pelo prédio, nem pelos azulejos, mas por ser um brechó louco, com milhões de bonecos e trecos coloridos pendurados nas janelas.
      Mas daí me lembrei que não olhei uma pasta onde salvo como referência fotos de azulejos em Portugal que encontro na internet, e lá estavam eles, as variações do azulejo que você comentou. Mas percebi uma coisa: cada um foi feito com uma estanhola diferente, e tem em comum o fato do branco de fundo ser menos visível, o desenho é mais congestionado, do que o que vemos no púlpito da capelinha acima. E os azulejos do púlpito são realmente menores, não os pude medir, mas certamente não tem o tamanho habitual de 14cm dos azulejos portugueses. E ainda por cima, há o azulejo usado como cercadura, que é provavelmente francês...
      Acho que este padrão é um dos casos de desenhos que foram reproduzidos em mais de uma fábrica, e em mais de um país.
      Ah! encontrei também uma foto das ruínas da fábrica de Devezas, onde há um retângulo com este padrão, o que confirma o que você falou.
      Conheço e sou assinante do blog "Azulejos na Minha Terra"; gosto muito! Todo dia há um azulejo novo por lá.
      b'jinhos, e mais uma vez obrigado por sua colaboração.

      Excluir
  2. Fábio, esse seu blog é uma coisa!!! Só ontem comecei a visitá-lo.Que maravilhas!!! Parabéns! Eu, continuo no Antiguinho com as minhas velharias...agradeço as suas visitas por lá.Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá boa tarde, antes de mais muitos Parabéns pelo seu Blog .....
    Venho também lhe pedir ajuda pois tenho 234 azulejos antigos pintados à mão de 14cm iguais aos que estão na Igreja Nossa senhora do Carmo,
    quero vende-los, peço-lhe ajuda no preço e aonde devo ir para vender.....
    Obrigada desde já
    Maria do Céu Furtado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigado por sua visita, mas sinto muito, pois não sou ligado a comércio de azulejos antigos,e muito menos estou familiarizado com este mercado em Portugal, uma vez que estou no Rio de Janeiro/Brasil.
      Uma observação final: os azulejos que estão na Igreja Nossa senhora do Carmo são holandeses, e portanto, não creio que haja deles no Porto, mas sim o padrão "crochê" português, que é parecido.
      abraços!

      Excluir
  4. Muito obrigada
    Estive a comparar as fotos do azulejos e parecem iguais mas claro, não tenho certezas
    Vou tentar saber
    Mais uma vez Parabéns pelo Blog
    Cumprimentos
    Maria do Céu Furtado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Talvez você esteja falando dos azulejos padrão "crochet" das fotos mais para o final da postagem, que são, estes sim, portugueses. Em outra postagem o assunto (padrão crochet) foi ainda mais discutido, veja em:
      http://azulejosantigosrj.blogspot.com.br/2013/02/quissama-i-solar-de-mandiquera.html

      Excluir