domingo, 27 de janeiro de 2013

Catumbi II - rua Emília Guimarães


azulejos de padrão francês (flor de lis, aplicado de cabeça para baixo),
holandês (azulejo central) e cercadura também  holandesa.
Abaixo vemos o padrão central holandês da foto acima, em um catálogo da fábrica Ravesteyn, de Utrecht, de 1890 (canto superior direito):

Exemplar similar ao azulejo francês visto na foto anterior, encontrado em uma casa de 1890 no Uruguai:



detalhe do tardoz do azulejo acima, onde vemos a marca do fabricante francês.
azulejo de padrão francês e cercadura holandesa.
Agradeço ao amigo Raul Félix pela possibilidade desta postagem, pois foi ele quem me deu a dica desta casa no Catumbi, que por pouco não foi fotografada.

-------------------------------------------------
Atualização em 3/2/2013

Hoje o meu caro colaborador holandês Peter Sprangers me enviou parte de mais um catálogo de uma fábrica holandesa, a Makkun, pois neste catálogo consta o padrão holandês usado na fachada desta casa. Neste catálogo eu poder conhecer o nome do padrão, que é "Kruissteen" (Cruz de pedra), e a partir do nome ficou mais fácil encontrar uma amostra deste no catálogo do Museu do Azulejo da Holanda (Nederlands Tegelmuseum).  

detalhe com um dos azulejos usados na fachada da casa acima.
Embora Peter me tenha informado que não se sabe se houve exportação de azulejos fabricados na Makkum para o Brasil (diferente das fábricas Ravesteyn e Schillemans, das quais ele possui documentação comprovando exportações para cá), é sempre interessante registrar aqui no blog as várias fábricas conhecidas que produziram um determinado padrão.

Ele me enviou também um detalhe ampliado deste padrão no catálogo da fábrica Ravesteyn. 

Registro aqui meu IMENSO OBRIGADO ao Peter, que tem sido um incrível colaborador para este blog!

detalhe do padrão Kruissteen no catálogo da fábrica Makkum.

detalhe do padrão Kruissteen no catálogo do Museu do Azulejo da Holanda (Nederlands Tegelmuseum)..
detalhe do padrão Kruissteen no catálogo da fábrica Ravesteyn.
De quebra, Peter também me enviou um detalhe do azulejo usado como cercadura na fachada desta casa, também do catálogo da fábrica Ravesteyn.


Em tempo: a fábrica Makkum continua operando até hoje, inclusive fabricando padrões similares aos do século XIX que eu encontro pelo Rio de Janeiro, até mesmo um bem próximo à cercadura usada nesta casa.

http://www.tichelaar.nl/en/index.php?we_objectID=18436

2 comentários:

  1. Ola ! Parabéns pelo blog lindissimo. O azulejo francês é do fabricante :
    Fourmaintraux-Hornoy, Desvres, região do Pas de Calais (norte de França)
    Boa continuação,
    S.T. , Paris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pela visita e pela informação!
      abraços

      Excluir