quarta-feira, 31 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Mecklenburger Mozaïek" (Mosaico de Mecklemburgo)

Segundo o livro "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis, este padrão começou a ser produzido na Holanda pelo menos a partir de 1880, até 1910, pela fábrica Harlingen.

fonte: "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis

domingo, 28 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Gebloemde Zevenster" (Estrela de sete pontas florida)

Segundo o livro "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis, este padrão começou a ser produzido na Holanda pelo menos a partir de 1870, até 1900, pela fábrica Harlingen.

Holanda
fonte: "De nederlandse tegel: decors en benamingen,
1570-1930" (2013), de Jan Pluis

sábado, 27 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Goudlelie" (Lírio Dourado)

Segundo o livro "De nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930" (2013), de Jan Pluis, este padrão começou a ser produzido na Holanda pelo menos a partir de 1860, até 1910, pelas fábricas Harlinger e Makkum, bem como na cidade de Utrecht. Há indicações de que podem ter sido produzidos também pela fábrica Ravesteyn, e na região da Frísia.

Holanda, cortesia coleção Jan Pluis

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Lapa XI - rua do Senado

data da postagem original: 17/04/2015
última atualização: 25/05/2017


Na postagem anterior (link>>), eu apresentei o primeiro de 2 sobrados geminados na rua do Senado. Para completar a dupla, agora vemos o outro sobrado.

sábado, 20 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Plafondblad"

Desta vez iremos comparar variações do padrão que é conhecido na Holanda por "Plafondblad", ou chapa/folha/placa de teto.

No livro "De Nederlandse Tegel - Decors en Benamingen", de Jan Pluis (2013), encontramos a informação de que este padrão teria sido produzido de 1850 até 1920 nas cidades de Harlingen (fábrica Van Hulst) e Makkum. No catálogo do Museu do Azulejo da Holanda, consta ainda que estes azulejos teriam sido produzidos também na cidade de Utrecht.

Acervo do Museu do Azulejo da Holanda

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Lapa Xb - rua do Senado

postagem original: 21 de novembro de 2015
última atualização: 15/05/2017

Numa postagem anterior (link>>), eu apresentei o primeiro um de dois sobrados geminados na rua do Senado. Abaixo revemos duas fotos em detalhe dos azulejos neste sobrado.




segunda-feira, 15 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Degraus", "Cubos" ou "Kubusdecor"

Holanda, 1600-1630
fonte: De Nederlandse tegel: decors en benamingen, 1570-1930, Jan Pluis, 2a ed., 2013

Tijuca VII - Hospital Evangélico

data original da postagem: 25/1/2017
última atualização: 15/05/2017


O Hospital Casa Evangélico do Rio de Janeiro teve sua fundação no dia 11 de Outubro de 1887. A Associação do Hospital Casa Evangélico do Rio de Janeiro uniu os primeiros protestantes: Congregacionais, Batistas, Episcopais, Luteranos, Metodistas e Presbiterianos e no dia 11 de Outubro de 1912 foi inaugurado o edifício hospitalar tendo como arquiteto o Comendador Antonio Januzzi.

sábado, 13 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Lagarto" ou "Honingraatachtig" (favo de mel)

Postagem comparativa do padrão "Lagarto" (segundo a tese de mestrado "Fachadas azulejadas na margem do Sul do Tejo - Barreiro: 1850-1925", de Isabel Augusta dos Pires, defendida em 2013 na Universidade de Lisboa) ou "Honingraatachtig" (favo de mel).

Há versões portuguesas (transfer print e estampilha), holandesa, belga, inglesa e finalmente, brasileira (bem recente, anos 1960/70; reeditada nos últimos anos face a nova moda de azulejo na decoração).

Portugal, Lisboa

Comparação de padrões: "Quatro Cruzes"

Inglaterra, Minton China Works, produzido entre 1845 - 1868
fonte: http://www.fauchertiles.com/Tiles/views/TileDetails.php?tile_number=103

Comparação de padrões: "Rozenster"

Holanda (acervo Museu do Azulejo da Holanda)

sexta-feira, 12 de maio de 2017

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Comparação de padrões: "Medaillonsteen" (Medalhão de Pedra)

este padrão consta no catálogo de 1885 da fabr. Ravesteijn (Holanda),
mas foi produzido pelo menos de 1870 a 1900 por ao menos mais três
fábricas holandesas, e era conhecido como "Medaillonsteen" (Medalhão de Pedra)