quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Central do Brasil IV - Rua Barão de São Felix

Hoje vi no jornal a infeliz notícia de que mais um casarão antigo no Centro do Rio incendiou-se. E este, só para piorar, têm fachada com azulejos.


RIO (7h50) - Um casarão antigo foi atingido por um incêndio de grandes proporções na manhã desta quinta-feira na Rua Barão de São Felix, na altura do número 119, na Gamboa. O fogo está sendo controlado por homens dos Corpo de Bombeiros. As chamas tiveram início por volta das 6h45m e podiam ser vistas de longe. Não há informações sobre feridos.
http://oglobo.globo.com/rio/incendio-de-grandes-proporcoes-destroi-casarao-na-gamboa-6947016

O pior é que este casarão, bem como mais três bem próximos, na mesma rua, eu já havia mapeado, mas ainda não tive tempo de ir fotografar, pois são muitos imóveis pelo Rio para fotografar para registrar aqui no blog, e o tempo anda curto.

Então, só me sobram as imagens (muito ruins) do Google Street View. Não sei o que vai acontecer ao imóvel, se poderá ser recuperado, ou se será demolido. Fico muito triste com isso, e o pior é pensar que a grande maioria dos imóveis antigos do Centro do Rio está sob risco de incêndio, ou em alguns casos extremos, desabamento, por conta de décadas de uso inadequado, abandono e falta de manutenção.



As imagens são tão ruins que fica difícil sequer tentar descobrir que padrão de azulejos vemos nas fotos. Com  o pouco que podemos ver, eu suspeitaria que sejam franceses ou holandeses, pelas cores usadas e o tipo de desenho.

--------------------------------------------------------------------
Atualização - 12h50

Bombeiros já apagaram o fogo e não há feridos. O imóvel estava abandonado. O fogo foi controlado às 8h15m e as chamas extintas por volta das 10h por homens dos Corpo de Bombeiros, que ainda trabalham no local.

No primeiro andar do sobrado funcionava uma igreja evangélica. Além disso, diversos quadros e muito material inflamável estavam na construção. Por volta das 12h20m ainda havia fumaça no local. Segundo moradores, houve um curto-cirtuito no local. A Defesa Civil foi acionada para avaliar as condições do prédio.

No link abaixo, é possível assistir uma matéria no jornal RJTV de hoje sobre o incêndio:
http://globotv.globo.com/rede-globo/rjtv-1a-edicao/t/edicoes/v/incendio-atinge-sobrado-abandonado-na-gamboa/2279666/

Algumas fotos novas do ocorrido, onde inclusive podemos ver melhor como são os azulejos do sobrado incendiado.









Vendo as fotos com os bombeiros na sacada, eu achei que os azulejos são grandes demais para serem franceses, o que me leva a acreditar então que sejam holandeses.

--------------------------------------------------------------------
Atualização - 19h06

A Defesa Civil foi avaliar as condições do prédio e, por precaução, interditou suas laterais, mas informou que não há risco dele cair. O local só será desinterditado após a realização de obras de adequação. O Instituto Rio Patrimônio da Humanidade informou que é responsabilidade do proprietário restaurar o imóvel nos parâmetros originais, respeitando cobertura e fachada.

2 comentários:

  1. Grande Fábio, coloquei no meu álbum do Panoramio umas fotos deste casarão que fiz um tempo atrás. Como haviam ficado um pouco tremidas, não as coloquei na ocasião, esperando uma oportunidade de fazer outras melhores. Espero que haja. Coloquei também um desenho que fiz, há mais de vinte anos, de uns azulejos iguais ou muito parecidos, acompanhados da sua história.
    Abraços,
    Raul,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raul! Você não faz ideia como me ajudou, rapaz!! Com suas fotos e desenho, imediatamente reconheci o padrão, que é holandês, como eu estava inclinado a achar, e daí para o Google num pulo achei um catálogo de 1876 com dezenas de modelos da época, escaneados de um livro de modelos para os pintores de azulejos.
      OBRIGADÍSSIMO!
      Vou abrir um post novo, para não bagunçar demais, pois este aqui já ficou muito longo.
      abraços!

      Excluir