sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Gávea I - Instituto Moreira Salles

postagem original: 15/6/2015

fonte: Tumblr.com

Detalhe de banco do jardim do Instituto Moreira Salles, revestido com azulejos que acredito serem holandeses (padrão) por causa das dimensões e rigidez da execução do desenho em todos os azulejos. A cercadura, pelas dimensões, cores e estilo, também acredito que seja holandesa, mas prefiro por agora deixar em aberto.

Atualização em 24/9/2016
Encontrei no livro De Nederlandse Tegel - Decors en Benamingen, de Jan Pluis (2013) o padrão abaixo, que é bastante similar com a cercadura usada no banco:



Segundo Jan Pluis, este padrão teria sido produzido entre 1880/1920, em azul e verde em Utrecht e Makkum, e consta no livro de modelos da fábrica Ravesteyn (Utrecht) de circa 1885 e de novo no livro de modelos da mesma fábrica de circa 1900. É informado também que este padrão de cercadura pode ser encontrado na produção portuguesa, da mesma forma que o padrão principal usado no banco.




Este padrão consta do catálogo de 1890 da fábrica Ravesteyn:


Infelizmente, como no catálogo acima, o catálogo do Museu Nacional do Azulejo da Holanda também não apresenta um nome para o padrão.



Jan Pluis me informou que o nome do padrão acima é "Goudlelie" (Lírio Dourado). e que ele existe em outras combinações de cores. Este padrão também teve sua versão portuguesa. Veja na foto abaixo, de Jan Pluis, no canto superior esquerdo um exemplar português junto a três exemplares holandeses.


A primeira vez que vimos este padrão aqui no blog foi nesta postagem sobre um casarão na rua do Catete.

Abaixo, uma foto deste padrão que fiz em 2014 em Lisboa:



Na foto abaixo, da página de um grupo do site de fotos Flickr chamado Azulejos de Portugal, uma variação do padrão fotografado em Lisboa, da qual publico abaixo apenas um detalhe, e que pode ser vista completa aqui.


Achei bem interessante esta variação, que já não é mais idêntica ao padrão holandês, com o acréscimo de mais interesse ao inserir um novo detalhe dentro dos círculos pontilhados.

Para finalizar, não deixem de visitar esta postagem anterior, sobe o uso deste padrão na cenografia de uma novela da TV Globo.


Atualização em 30/12/2016

Por estes dias encontrei mais uma variação portuguesa para o padrão:




Segundo o autor da foto, estes azulejos estariam em Cascais.

2 comentários:

  1. Uma beleza esse Instituto Moreira Salles. Imperdível a exposição de fotos antigas do Rio lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui justamente pela exposição de fotos e das aquarelas e desenhos entremeados pelo texto do Joaquim Manuel de Macedo, mas logo ao entrar dou de cara com esse banco, que ninguém dá a menor bola.

      Excluir