terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Praça da Bandeira VII - Sitio Arqueológico da Leopoldina



Azulejos franceses (Devres, provavelmente séc. XIX) encontrados no Sitio Arqueológico da Leopoldina.
Arqueólogo responsável: Claudio Prado De Mello 

4 comentários:

  1. Olá Fábio! Bom Ano!
    Tenho andado desaparecida eu sei :) Desaparecida mas não desinteressada destes assuntos que tanto nos apaixonam.O azulejo que aqui mostra hoje é surpreendentemente diferente do habitual. Será uma libelinha ou um louva-a-deus Seja qual for, assim pintado em azul nunca vi.Deve fazer um friso muito bonito, muito primaveril.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Paula, tudo bom?
      Estive com os azulejos em minhas mãos hoje, numa visita ao o depósito e laboratório da turma de arqueologia responsável por este sítio.
      Ambos são franceses (Devres). O de cercadura é enorme, talvez 8 x 16 cm. Muito raro ver um azulejo francês retangular assim. Mesmo os frisos e cercaduras quase sempre são quadrados de 11x11 cm como os de padrão.
      b'jinhos!

      Excluir
    2. Olá Fábio
      Bem me queria parecer este padrão não me era familiar.Fiz uma busca rápida e no pinterest encontrei alguns precisamente de Desvres com esta conjugação de cores, que para mim não é comum entre a azulejaria portuguesa.
      Bjs e bom fim de semana

      Excluir
    3. Olá cara Maria Paula,
      Aqui no Rio os azulejos franceses são os que se seguem em abundância aos holandeses. Há fachadas curiosas, onde se misturou azulejos dos 2 países, com resultados surpreendentes.
      b'jinhos

      Excluir