quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Caju Ib - Praia do Caju

Hoje tive a felicidade de receber um email de Peter Sprangers, do Historische Kring Tolsteeg-Hoograven, em Utrecht. Ele me enviou várias pranchas de miniaturas de páginas de um catálogo da fábrica Ravesteyn, também de Utrecht, e em uma das pranchas encontrei finalmente os azulejos de padrão/cercadura desta casa no Caju:

foto: Raul Félix.


Mistério resolvido! Este padrão que é encontrado não apenas nesta casa, mas também em algumas outras no Rio de Janeiro são holandeses. Cada vez mais e mais azulejos antigos no Rio de Janeiro são identificados como holandeses. Pelo visto, o comércio entre a cidade do Rio de Janeiro e a Holanda era muito mais intenso do que eu poderia suspeitar.

2 comentários:

  1. Sim, aHolanda exportou muitos azulejos para o Brasil e também Portugal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, mas pelo o que estou percebendo com minha pesquisa, os azulejos portugueses se concentram no Norte/Nordeste (Belém, Manaus, Sãi Luís e Salvador), enquanto aqui no Rio de Janeiro, os azulejos holandeses, e em seguida os franceses, dominam o cenário.
      abraços

      Excluir