terça-feira, 1 de março de 2016

Morro do Castelo

fotografia de Augusto Malta (1921)
fonte: Biblioteca Nacional Digital [>>]

Escola Carlos Chagas, no Morro do Castelo. Detalhe de fotografia de Augusto Malta (28-12-1921)



No detalhe apliado abaixo acredito que o azulejo usado na escola demolida junto com o desmonte do Morro do Castelo entre as décadas de 1920 e 1930 fosse do padrão "Mármore":


Este padrão, quando eu trabalhei na limpeza e triagem do material do sítio arqueológico de Santa Luzia, que supostamente continha, entre outras coisas, material do desmonte do morro do castelo, era um dos mais comuns, tanto em azul como em manganês. Enchemos sacos e mais sacos com cacos de azulejos do padrão "Mármore".

simulação do padrão "Mármore"
ficha do padrão "Mármore" obtida no catálogo do Museu do Azulejo da Holanda (Nederlands Tegelmuseum).
padrão "Mármore" em um catálogo da fábrica Ravesteyn, de Utrecht, de 1890
cortesia de Peter Sprangers, Holanda.

cortesia de Peter Sprangers, Holanda.
Outra foto da mesma fonte, agora mostrando a frente do prédio, onde podemos ver que havia beirais, só não dá pra perceber se eram telhões de faiança pintadas.

fotografia de Augusto Malta (1921)
fonte: Biblioteca Nacional Digital

5 comentários:

  1. Que casa bonita e é curioso como tu conseguiste através desta simples fotografia chegar até aos azulejos. Por essa razão, creio que é muito interessante as pessoas publicarem velhas fotografias familiares na internet, pois as fotos tem sempre muito mais que uma ou duas leituras. Além das pessoas queridas, o que lhes serve de pano de fundo interessa aos historiadores de arquitectura, de mobiliário ou de automóveis. Essa multiplicidade de leituras possíveis das fotografias torna-as documentos preciosos.

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocado, Luis! Claro que esta foto, por ser de um fotógrafo profissional da época, tem uma qualidade que hoje pode parecer baixa, mas que é alta para a tecnologia de então. Muitas vezes as fotos de amadores não nos dão tantos detalhes nítidos, mas certamente sempre haverá testemunhos de um tempo que serão úteis para os pesquisadores.
      abraços!

      Excluir
  2. Boa tarde, Fábio Carvalho!

    Gostaria de indicar seu nome para compor a mesa da II Semana Internacional do Azulejo, a ser realizado em setembro próximo (19 a 23) no Museu de Arte Sacra da UFBA. Envie-me seu e-mail para informar ao Sr. Dimitri Ganzelevitch, que está organizando a mesma. Você gostaria de participar?

    Estou indicando seu nome e o da professora Dora Alcântara, que você já deve conhecer. Vocês são os únicos especialistas
    em azulejaria que eu conheço. Não sei se a professora Dora terá condições de saúde para ir a Salvador em setembro próximo.

    Sou o Paulo Clarindo, Coordenador do AMIGOS DO PATRIMÔNIO CULTURAL, sigo seu perfil no Facebook e admiro seu blog
    sobre o tema.

    Abraço,

    CLARINDO
    Amigos do Patrimônio Cultural
    www.facebook.com/amigosdopatrimoniocultural
    www.amigosdopatrimoniocultural.blogspot.com.br
    (21) 2216-8500 (Trabalho)
    (21) 97385-4910 (CLARO)
    (21) 97232-7877 (Oi)
    (21) 2656-9810 (Residencial)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo, tudo bom?
      OBRIGADO pelo convite!
      Te respondi por email. Caso não receba, pode me contactar pelo facebook:
      https://www.facebook.com/fabiocarvalho2105
      abraços!

      Excluir
  3. Luís Y e Fábio.

    Como diz perfeitamente uma velha máxima: "uma imagem vale mais que mil palavras". E quanto mais imagens antigas melhor.

    Abraços,

    Clarindo
    Instituo Amigos do Patrimônio Cultural-IAPAC
    amigosdopatrimonio@gmail.com

    ResponderExcluir