domingo, 2 de setembro de 2012

Praça da Bandeira I - rua Teixeira Soares


Este prédio deve ser do final dos anos 1930, e também apresenta em sua arquitetura, embora muito simples, algo do programa neo-colonial do final dos anos 1920/anos 1930.

Como é comum nas construções desta época, em particular nas mais populares, que é o caso da acima, os azulejos aparecem apenas em detalhes, quase uma preciosidade. Às vezes os azulejos de padrão formam pequenos retângulos na fachada, mas é também muito comum se ver apenas quatro azulejos girados em 45° no frontão da edificação, ou ainda, apenas um azulejinho, cercado com uma ou mais molduras de argamassa pintadas (o velho uso dos azulejos enxaquetados, que com o tempo gerou o azulejo de padrão com desenhos em "X", que volta a ser usado com os próprios, o que torna o desenho em "X" um desenho em quadrados horizontais!!).

Nas próximas postagens serão apresentados outros frontões de prédios simplórios da região da Praça da Bandeira e Maracanã, onde vemos este tipo de uso do azulejo na sua decoração.

2 comentários:

  1. Olá Fábio, nem quero ficar de fora de tanta história, já estou aqui seguindo seu novo blog!
    Abraço forte, uma semana colorida pra você.
    Lenita

    ResponderExcluir